Servindo uma Feijoada para mais de 500 pessoas

Finalizando feijoada vegetariana no palco do Cancela
Se você gosta de cozinhar, sabe a alegria de receber familiares e amigos em sua casa, sabe também a correria que isso implica imagine-se agora "recebendo" mais de 500 pessoas para saborear seu prato, quase impossível de imaginar isso acontecendo, certo?


Pois bem, há 2 meses atrás um querido amigo junto de outro que tornou-se tão querido quanto, fizeram me o prazeroso convite de reproduzir uma feijoada vegetariana de sucesso (receita aqui) , para o público do Programa Cancela do IASP - Hortolândia/SP. Que além dos Adventistas recebe também interessados da comunidade em assistir ao evento. Além dos ensinamentos de comida e vida saudável que seguem, o episódio do programa possuia o tema Masterchef - o qual eu tive o prazer de participar em Julho de 2014 no episódio de abertura com outros 299 candidatos.

Feito o convite, e dado o número de candidatos eu simplesmente não me preocupei com o número de pessoas, lá dentrinho de mim eu sabia que conseguiríamos realizar isso, pela força dos amigos que conversavam comigo.
Chegamos a reconsiderar a idéia pelo custo e pela mão de obra, mas o que alegra a Deus, é providenciado quase que de imediato, sendo assim, conseguimos muitas mãos e corações cheios de vontade de ajudar na idéia.
Ajustamos alguns ingredientes e quantidades fazendo com que o Pastor Vina com seu carisma conseguisse todos eles - a cozinha Industrial do IASP foi caridosamente emprestada à nós assim como o carinho de alguns cozinheiros em nos auxiliar a manusear fogões e panela de pressão enormes!


turma de apoio IASP Hortolandia


panela de pressão industrial - um monstro
A turma toda de apoio no corte dos ingredientes foi mais que sensacional, de tão rápidos, quando cheguei à cozinha, já notei que o volume de ingredientes
praticamente já estava a contento e poderíamos iniciar o preparo.
Stress com o momento? aonde? tudo ali possuía uma magia indescritível, todos ajudavam, todos sugeriam, tudo funcionava, as idéias, os detalhes e foi assim que os 15 quilos de feijão foram cozidos, 7 kilos de proteína de soja hidratados, 30 cebolas roxa descascadas picadas e
refogadas com 10 cabeças de alho picadinho (foi até que bastante alho, poderíamos ter reduzido um tiquinho) 3 pacotinhos de fumaça em pó para dar um sabor especial de defumado, 6 kilos de um provolone delicioso, 6 kilos de shitake, 30 cenouras e 30 latas de salsicha vegetal cuidadosamente picados.
Galera do IASP 1000%
Bruno com sua ampla visão regia os processos, tempo e orientação enquanto eu embriagado de prazer em estar ali com tudo aquilo, só me focava no sabor e aroma do que estávamos preparando.
Até que Bruno com seu sotaque carioca e sua precisão cronométrica, Gritou: "Ae Galhera, fechôu! bora pro auditório, que a parada vai começar" Criamos um plano de transporte de toda feijoada que seria servida na saída do auditório, por surpresa no final do programa.

Chegamos ao auditório e eu achava que a magia já era o bastante quando me
refogadão de cebola, alho, cenoura e shitake
deparei com o volume de pessoas que aguardavam para participar do evento, e o cenário em que eu seria chamado para participar. Uma mega produção - Qualidade, detalhes, capricho, iluminação e som de primeira! - como citei ao Pastor Vina ao final e repito aqui: "Admiração e Respeito!: Jamais vi um evento não profissional mais profissional do que este!" sem demagogia, tenho certeza que o Programa Cancela e o IASP Hortolândia está aberto ao público para que você confira tudo isso que estou dizendo aqui.

Iniciamos o programa com um grupo divertidíssimo de umas 12 vozes cantando uma música de autoria própria relacionada à alimentação saudável, Pastor Vina com seu carisma tirava gargalhadas da platéia a todo momento, e a cada vídeo, mais conteúdo e mais informações de qualidade sendo compartilhado com o público.
 

Fui chamado ao palco, pra variar uma tremedeirinha de medo que não consigo esconder, mas eu confiava, confiava no que toda turma havia preparado e queria muito estar alí só pelo fato de poder ter participado do preparo daquela feijoadona pra galera.

Contei sobre minha participação no Masterchef, fui premiado com um avental personalizado com meu nome e o logo do Masterchef (que DEMAIS!), tivemos a agradável surpresa da ligação via Skype do Cid Moreira apoiando ao evento(sim você não leu errado, ele mesmo!) e então Pastor Vina me pediu para concluir o prato para os jurados que analisariam. Mais calma e confiança, senti realmente que sou capaz de me concentrar quando estou de frente a uma panela, como pouco me concentro em algumas outras atividades, e assim foi, incluí alguns poucos ingredientes a mais (folhas de Louro), deixei o caldo apurando mais, adicionei o provolone, experimentei e Pah! percebi que o prato estava pronto para ser avaliado. Desliguei o fogo e o deixei a comida descansando para assentar os sabores.
Fizemos uma brincadeira com os jurados imitando Paloma, Fogaça e Jacquin e no final eu saí vitorioso hahahahaha.
 

Por fim o Pastor Vina comentou a surpresa final, dizendo que serviriamos a Feijoada Vegetariana na saída para o pessoal com vontade em experimentar.
 

Por todo carinho do público, dos ajudantes, do Bruno, Talita, Ju, Pastor Vina, de minha esposa companheiríssima em todas as horas, Meu abraço apertado e meu beijo no coração.
Levarei lembranças deste dia pra SEMPRE!



Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Pão sem sovar por Gabriel Marcos

Pão rústico sem sovar
A cozinha tem o poder mágico de aproximar as pessoas, fazer novos amigos e reforçar as amizades. Meu amigo Gabriel Marcos já se aventurou como apicultor, é mestre cervejeiro (Cervejaria Fantástica) e há um tempo tem se dedicado a produzir maravilhosos pães à sua família e amigos. Pensem num cara dedicado, que estuda até obter resultados mais que satisfatórios, sim é ele, e para nossa alegria ele compartilha sua receita master de pão sem sovar, sim, um maravilhoso pão que não requer esforço, apenas paciência.


Aviso importante. Com exceção do fermento pese os ingredientes!
 
Ingredientes

  • 400g Farinha de trigo (4 xícaras rasas)
  • Caso prefira utilize metade integral metade branca
  • 9g de sal (1 colher de sobremesa)
  • 1g de fermento seco para pão (meia colher de chá rasinha)  
  • ou 60 gramas de fermento natural (caseiro)
  • 300g de água mineral (1 xícara chá + 1 x de café)
Caso queira evitar muita sugeira enfarinhando formas, Gabriel recomenda o uso de um papel manteiga ESPECIAL (impermeável) chamado dover-roll - assa mais leve.
Outra dica que ele dá é levar ao forno uma pedra são tomé, panela de ferro com tampa ou tampa de alumínio para cobrir o pão.

Modo de Preparo
  1. Misture todos os ingredientes secos em uma vasilha grande (a massa vai mais do que dobrar de tamanho) 
  2. Adicione a água 
  3. Misture até obter uma massa homogenea 
  4. Deixe fermentar de 8 a 12 horas no máximo. Em dias muito quentes em até 6 horas a massa já cresceu o suficente. 
  5. Despeje a massa em uma superfície de trabalho (granito,mármore, madeira) muito bem enfarinhada. Não economize! A massa gruda mais do que música do Gustavo Lima Tchetchere re tche tche. 
  6. Agora tem um pulo do gato. Abra bem a massa e dobre ela em quatro
  7.  
    primeira dobra de pão de alta hidratação
  8. Corte um pedaço desse papel manteiga impermeável ou alumínio- 
    Ai alguém vai falar na sua casa. “Usa papel manteiga normal que num dá nada”, se você seguir o conselho o papel vai grudar no pão e num vai sair nem por decreto. “Ah mas se enfarinhar o papel manteiga ele num gruda” Gruda sim! Vai na minha que você passa de ano. Como eu ia dizendo... 
    Corte o papel, deixe o lado brilhante para cima e coloque a massa em cima, cubra com um pano de prato e deixe crescer por 1 hora. Importante: O lado liso da massa fica em cima.
     
  9. Depois de 20 minutos crescendo você liga o forno (preaqueça por 40 minutos). Se o seu forno for elétrico coloca ele na temperatura “semi talo”, que consiste em girar o botão até o “talo” e voltar um pouquinho de nada. Recomendo o “semi talo” pois eu deixei o meu até o talo e ele acionou o desligamento de segurança durante o cozimento do pão. Para fornos a gás utilize no “talo” (mais alto)
    Ai alguém na sua casa vai dizer “Ai mas vai queimar, tem de colocar 180C, forno médio para assar por inteiro” Eu respondo. Ignore sumariamente e coloque o forno no talo. Vai na minha.
     
  10. Uma vez o forno ligado você coloca a pedra ou panela dentro, ela vai esquentar junto com o forno, ela tem de estar “pelando” quando você colocar a massa.
  11. Agora é uma operação delicada. Colocar a massa na panela que tá quente prá baralho. Se vc fizer igual no vídeo da internet que joga a massa dentro da panela a sua massa vai bater na quina da panela, vai cair torta, vai cair muito forte e o seu pão não vai ficar com um aspecto tão bom. O filha da mãe que gravou o vídeo fez isso 400 vezes antes de gravar, por isso que sai bonito, você é um zé tentando imitálo nunca sai igual. Mas aqui vai o pulo do gato. Pega o papel manteiga pelas pontas e delicadamente coloque a massa na panela, vem com uma Gilete ou uma ponta de faca ultra afiada e faz um corte na massa. 
  12. Asse no forno no talo durante 30 minutos com a tampa e depois mais um tanto sem a tampa.  “Ah mas como assim um tanto???” Asse até o pão ficar catanho escuro, meio que queimando um pouco, isso pode levar de 10 a 30 minutos. O tempo total de cozimento vai ser de 40 min a 1 hora. 
  13. Tire o pão e deixe ele esfriando sobre uma grade.  
  14. No mundo maravilhoso da internet eles cortam o pão logo depois que sai do forno. No mundo real você faz isso e vai comer pão cru. O pão continua assando depois que saiu do forno. Corte depois de 40 min no mínimo. 
Pão caseiro que não precisa sovar

Será que vale a pena? =)
Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Pin it

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...