Mostrando postagens com marcador Entradas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Entradas. Mostrar todas as postagens

Creme de Palmito leve e versátil

Creme de Palmito leve e versátil
 Sopas e cremes são pratos super versáteis pelo rápido preparo e formas de improvisar, além é claro das combinações maravilhosas que você pode criar. Nas entradas ou mesmo como prato principal em dias frios estes cremes são surpreendentes pelo sabor e com a base de preparo (Roux) você poderá criar sua própria receita!
Excelente opção para o inverno, para ser servida dentro de um pão italiano!

Ingredientes

  • 1 litro de leite (vegan: leite de castanhas ou água fervente e meio creme de leite)
  • 1 vidro de palmitos macios
  • roux: 4 colheres de sopa de farinha de trigo
  • roux: 4 colheres de sopa de manteiga ou margarina
  • cebola, alho, sal, noz moscada, pimenta e e outros temperos a gosto

Modo de Preparo
Creme de Palmito leve e versátil
  1.  Descarte a água dos palmitos e passe uma água limpa
  2.  Bata os em liquidificador com um pouco do leite para obter um creme
  3.  Frite os temperos (cebola/alho) na manteiga/margarina
  4.  Adicione as colheres de farinha e mexa bem para fritar bem esta mistura até começar a grudar um pouquinho no fundo da panela
  5. Abaixe o fogo e junte um pouco do leite para dissolver a farinha frita
  6. O leite começará a engrossar, então adicione o restante do leite sempre misturando bem para não deixar grumos.
  7. Misture o creme de palmito, acerte o sal, noz moscada e continue mexendo até engrossar
  8. Sirva com pedaços de palmito, torradas, croutons e salsinha.

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Alcachofra sem mistério - saiba preparar e apreciar

Aprenda a preparar e saborear uma alcachofra
Sim ela é linda! e tem cara de coisa chique, fina. Na minha opinião é deliciosa de comer, não espere ficar com a barriga pesada e cheia de comer um trequinho desses mas saiba que terá enorme prazer em saborear pétala por pétala e depois o gran finale com o coração da alcachofra. Sim ela guarda um segredinho, vamos ver se consigo colocar de forma simples como saborear esta maravilha.
Saiba escolher uma alcachofra que assim como quiabo é melhor se for pequena ou média porém pesadinhas, do contrário pode ser muito fibrosa, esfregue suas pétalas umas contra as outras e elas devem produzir um barulhinho, isso também confirma que estão frescas.
Uma bela entrada para seus convidados, excelente opção para bater um papo gostoso enquanto saboreia.
Molhos: Alcachofra é basicamente saboreada pincelando a base de suas pétalas em um molho q pode ser a base de manteiga/azeite, raspas de limão sal e pimenta, mas um bom vinagrete também alegra muitos paladares. Não precisa de muito, aprox 30 ml (umas 5 colheres de sopa) de molho por alcachofra são suficientes.

Modo de Preparo (conte ao menos 1 alcachofra por pessoa)
  1. Descarte o caule cortando bem rente à flor.
  2. Corte as folhas to topo da alcachofra - aproximadamente 3 dedos
  3. Abra com cuidado as folhas e deixe cair água corrente para limpar entre elas 
  4.  Em uma panela ajeite as alcachofras já lavadas e encha com água até a água alcance a metade delas
  5. Em panela normal: Cozinhe por 35 minutos tampada. Ou na Pressão 15 minutos depois que pegou pressão.
  6. Atenção: caso for fazer na panela normal cuidado para a água não secar e queimar suas alcachofras
  7.  Sirva as alcachofras e disponha o molho em potinhos individuais (ou por casal)
  8. A cerimônia consiste em destacar uma pétala pincelar a base branquinha no molho e raspar com os dentes da frente retirando uma carninha (polpa) que fica nela.
  9. Ao final, as folhas menores são mais fibrosas, vc pode descarta-las e verá como se fosse uma flor (pelinhos). Retire essa "flor" com cuidado pela borda que a divide da base que você deixou para o gran finale. Esta base chamada de coração da alcachofra é o que faz valer a pena sua paciência, saborosíssima e delicada.  

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Focaccia de alecrim e sal grosso com Tomate confit

Focaccia de alecrim, sal grosso e tomate confit
Focaccia é uma massa macia, de origem italiana, em geral coberta com sal grosso, azeite e alecrim. Na Itália, é consumida tanto no desjejum, como aperitivo ou antepasto. 

"...fazer pão caseiro pode ser super terapêutico. Além de ganhar uma receita fresquinha , enquanto você sova a massa, espanta os problemas para bem longe"... (Rita Lobo)
E quem não tem uma boa recordação de um pão caseiro? ainda mais em um dia quente de sol. Lembro-me das formas que minha mãe colocava na mesa do quintal coberto com uma toalha. Ficávamos lá, eu e meus irmãos, de tempo em tempo espiando aquela maravilha que aos poucos iam tomando forma e ficando cada vez maior... é algo lindo de se ver! E o cheiro quando estão no forno? Azeite e alecrim, uma mistura perfeita e com o toque de uma massa de pão, faz da cozinha o melhor lugar do mundo!

A melhor viagem que fazemos, é aquela que um cheiro, sabor e uma imagem nos proporciona... um mix de sentimentos que vem a tona e arranca sem querer, um sorriso, um suspiro, uma lágrima...

Abaixo a receita que sempre que posso, a executo. Pois além de simples, torna o momento mais prazeroso, acompanhada de uma taça de vinho então, perfeito!





Ingredientes para a Focaccia:
Focaccia de alecrim e sal grosso caseira
  • 250 grs de trigo; 
  •  7 grs de sal;
  • 65 ml de azeite;
  • 120 ml de leite;
  • 15 grs de fermento seco;
  • Alecrim e sal grosso a gosto;
  • Azeite q/b para regar.

Modo de Preparo
Sova método francês - french kneading
  1. Fazer uma coroa com o trigo peneirado e polvilhar o sal.
  2. Junte o fermento, o alecrim picado e o azeite.
  3. Incorpore o leite morno e misture bem.
  4. Amasse numa superfície levemente enfarinhada por 10 minutos.
  5. Faça uma bola com a massa e deixe fermentar até que dobre de tamanho (aproximadamente 1 hora).
  6. Esticar a massa dentro de uma fôrma redonda de 20cm de diâmetro (ou retangular). Cobrir e deixar repousar por 20 minutos ou até que duplique o volume (procedimento opicional).
  7. Com a pontas dos dedos, faça cavidades na superfície da massa, onde vão ser salpicados alecrim, sal grosso e por último azeite.
  8. Asse em forno a 190º/200ºC entre 15 a 20 minutos.


Baseado nos princípios de conservação de carnes, a imersão em gordura, criou-se a técnica chamada "confit", palavra de origem francesa que significa "cristalizado". É a maneira de preparar um alimento cozinhando e concentrando o próprio sabor imerso em óleo, azeite ou gordura.

Ingredientes para o Tomate confit
Tomates Confit perfeitos com focaccia
  • 300 grs de tomate cereja;
  • 3 dentes de alho laminado;
  • Manjericão e Manjerona frescos (ou ervas de sua preferência mesmo que secas);
  • Sal e pimenta a gosto;
  • 1/2 (meia) xícara de azeite. 

Modo de Preparo
  1.  Lave bem os tomates e os coloque em uma forma que possa ir ao forno.
  2. Espalhe as lâminas de alho sobre eles juntamente com as ervas.
  3. Tempere a gosto com sal e pimenta.
  4. Regue com o azeite e leve ao forno a 150ºC de 40 a 55 minutos.
  5. Guarde na geladeira por até 2 semanas em pote tampado. 


****** Receita de Renê Seifert - Pão da Casa - Focaccia *********
500g de trigo
10g de sal (colher de sobremesa)
5g de fermento biológico seco
325g de água
bastante azeite =)

Misture tudo e sove bem, unte com azeite e deixe crescer por 1 hora.
Unte bem a assadeira com azeite, espalhe a massa e faça furos com dedos, pre aqueça o forno e deixe crescer por mais 30 minutos, salpique sal grosso e temperos a gosto e regue com mais azeite. Leve ao forno por 30 a 35 minutos. Regue com mais azeite ao tirar do forno e deixe descansar por 15 minutos.

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Falafel - Koftas e kebab vegetariano

kebab com falafel, kofta e molhos especiais
Não sou lá descendente de turco ou tenho qualquer origem mediterrânea, mas adoro experimentar e me aventurar entre diferentes tipos de cozinhas, ainda mais se estes brincam com legumes, vegetais, e outras coisas naturebas, sem contar seus temperos, cheirosos, ricos, coloridos!
Devo dizer que após uma pequena pesquisa encontrei diferenças entre estes bolinhos deliciosos, sendo o falafel - o mais conhecido, e a kofta uma novidade interessante, que leva repolho ralado em sua composição e grão de bico seco (farinha).
Ambos são muito agradáveis para serem degustados com um bom molho seja de tahine, hortelã ou, no caso das koftas, um bom molho vermelho.
Colocarei receitinhas de molho no final do post

Ingredientes para o Falafel (com espinafre) - igual da foto

Rendimento 12 kaftas ou 20 "kibes"
  • 2 caixinhas ou latas de grão de bico drenado
  • 1 pé de espinafre
  • temperos a gosto (paprica, cominho, pimenta síria, etc)

Modo de Preparo do Falafel
  1.  Refogue o espinafre com azeite, pique bem e reserve (esprema/drene bem caso fique com água)
  2.  Triture o grão de bico com os temperos no processador ou liquidificador até obter uma pasta
  3. Junte a pasta com o espinafre e adicione 3 colheres de sopa generosas de farinha de trigo
  4. Misture bem forme kibes ou kaftas (compridinho tipo linguiça)
  5. leve à geladeira para descansar e firmar por no mínimo 1 hora
  6. Frite-os em óleo quente até que fiquem bem corados

Ingredientes para a Kofta ao molho
Rendimento 20 "almondegas"
  • Meio repolho tamanho médio 
  • 1 xícara de grão de bico SECO
  1.  Rale o repolho no ralo grosso
  2.  Triture o grão de bico no processador ou liquidificador até obter uma farinha
  3. misture a farinha com o repolho e reserve, fica tipo uma farofa
  4. NÃO adicione sal, pois soltará muita água e não da ponto!
  5. Enquanto a mistura solta água, prepare um molho vermelho de sua preferencia
  6. Aperte bem a mistura modelando almondegas com a farofa (confie que dá certo) 
  7. Frite-os em óleo quente até que fiquem bem corados e junte-os ao molho para que peguem o sabor dos temperos

Prepare seu Kebab (sanduba)
  • Pão fininho tipo rap10 
  • Kaftas ou falafel fritinho, quentinho
  • Rúcula ou outras folhas lavadas
  • Tomates em cubos
  • Molho de iogurte ou tahine a gosto
  1.  Aqueça seu pãozinho na frigideira para que fique ligeiramente crocante
  2.  Passe um molho cremoso no pão
  3. espalhe umas folhas e tomates picados
  4. Ajeite sua kafta ou falafel no centro e complete com um pouco mais de molho
  5. Dobre o pãozinho ao meio
  6. Saboreie sem moderação

Molho de Tahine
Misture bem 1 potinho de iogurte natural ou coalhada seca, 1 colher generosa de tahine, azeite e toquezinho de limão e sal

Molho de iogurte com Hortelã
Misture bem 1 potinho de iogurte natural ou coalhada seca, 10 a 15 folhinhas de hortelã bem picadinho, azeite, meio limão espremido e sal



Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Patê de Gorgonzola, ótimo para entradas

Patê de gorgonzola
Sabe aquele momento que você não sabe o que fazer de entrada, para incrementar sua salada? ou Para lanchar nos dias quentes, ou ainda pra dar mais requinte nos teus encontros gastronômicos, este patê será a sua saída.
Leia até o final e veja como você pode utilizar em entradas este delicioso patê.

Ingredientes (Rende 1 vidro grande de maionese)

  •  350 gramas de ricota
  •  1 copo pequeno de requeijão
  •  150 gramas de gorgonzola ralado
  •  Sal a gosto
  •  creme de leite - Opcional a gosto

Modo de Preparo
  1.  Amasse a ricota com um garfo
  2.  Adicione o requeijão e misture bem
  3.  Rale o gorgonzola no ralo grosso (Deixe na geladeira antes de ralar para ficar mais firme)
  4.  Misture tudo muito bem e acerte o sal
  5.  Se for adicionar o creme de leite, confira o sal novamente
Este patê é perfeito para criar entradas de torrada com patê de gorgonzola e geleia de damasco ou ainda Torrada de patê de gorgonzola com vinagrete de pera, como este da foto, que preparamos da última vez
Patê de gorgonzola com vinagrete de pera


Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Bolinho de bacalhau original de Portugal

Bolinho de bacalhau dos sonhos!
Receitinha portuguesa com certeza! nem só de doces a base de ovos maravilhosos vivem eles, também existem os vinhos e é claro o bacalhau! ora poix!
Esse peixe saborosíssimo combinado com poucos ingredientes pode encher a boca e de alegria qualquer um que provar do seu bolinho, que você aprende a fazer a receita, já!
Ah! quer mais? prepare o molho de pimenta saboroso que não arde... receita logo aqui neste link

Ingredientes (rende 30 bolinhos)
  •  500g bacalhau (aprox 2 xícaras bem cheias) dessalgado e desfiado (pode ser aqueles pacotinhos prontos congelados do mercado) descongele !
  •  700g (6 a 8 unid) batatas cozinhas e amassadas tipo purê
  •  meia xícara de salsinha picada
  •  sal a gosto
  •  2 ovos batidos
  •  cebola / alho só se for em pasta (para não desmanchar o bolinho)
  •  meia xícara de farinha de rosca (qb somente para dar ponto e dourar)

Modo de Preparo
  1. Descongele o bacalhau e Misture tudo muito bem
  2. Acerte o sal se necessário
  3. Aqueça óleo para fritar e frite em fogo médio até ficar bem douradinho.
  4. prepare o molho de pimenta saboroso que não arde... receita logo aqui neste link

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Onion rings - Anéis de cebola empanados crocantes

Onion rings - aneis de cebola super crocantes
Deus do céu que delícia de coisa!, e essa foto então, minha esposa tem a mão boa demais pra fotos! nada melhor pro blog, afinal de contas ja que vcs não podem saborear virtualmente, tem que se contentar com uma boa apresentação da foto, espero que o objetivo tenha sido alcançado.
Quem já teve a oportunidade de comer aquelas cebolas empanadas do Burguer king sabe bem do que eu estou falando, anéis de cebola super crocantes que você não consegue enjoar de comer. Bem, tente por conta própria, eu garanto a delícia, mas o paladar é seu e só você vai conseguir dar sua verdadeira opinião. Faça o teste

Ingredientes (rende 2 a 3 pessoas)


Modo de Preparo
  1.  Corte as cebolas em pedaços de 1 cm, ou 1 dedo mais ou menos
  2.  Com cuidado para não quebrar, desmonte os anéis dos pedaços da cebola, empurrando-os para desgrudar um dos outros
  3. Deixe de molho em água gelada por no mínimo 1 hora (para remover o ardido)
  4.  Coloque o leite em um pote
  5.  A farinha de trigo em um prato
  6. E a farinha de rosca temperada em outro prato
  7. Molhe o anel de cebola no leite -> então passe bem na farinha de trigo
  8. Agora volte no leite e depois passe na farinha de rosca temperada
  9. Novamente no leite e de novo na farinha de ROSCA temperada, para criar uma crosta bem grossa
  10. Frite em óleo quente até que fique bem dourado, vire se necessário.
  11. Deixe descansando em papel toalha ou sobre uma grelha, de preferência.
  12. Saboreie sem moderação
  13.  
Sirva acompanhado de um molho rosê:
    meia lata de creme de leite, 1 x de maionese, 1 colher de sopa de mostarda, Catchup o suficiente para ficar bem rosado. Molho ingles a gosto e 2 colheres de sopa de conhaque

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Casquinhas de laranja cristalizadas

Casca de laranja cristalizada
Qualquer amante de doces e café saberá bem o que é saborear um pedacinho de casca de laranja cristalizada com açúcar. Sim, fica maravilhoso, delicioso e é incrivelmente fácil de preparar.

Esse docinho pode permanecer num pote bonito decorando sua sala e servindo de agradável petisco aos seus convidados. Além disso ao servir o café com um palitinho fino de casca de laranja cristalizado, do lado vai dar um toque todo especial na sua bandeja, além do sabor inesquecível que ele irá deixar.

Ingredientes

  •  Cascas laranja (de preferência limpa sem gomos)
  •  qb água
  •  2 xícaras de açúcar

Modo de Preparo
  1. Remova ao máximo a pele branca das cascas, utilizando um descascador de legumes. Esta pelinha é que deixa amargo
  2. Corte as cascas de laranja em tiras não muito finas para não correr o risco de quebrar quando cozidas
  3. Em uma paneja coloque água e as cascas de laranja picadas e ferva
  4. Enquanto esta água ferve coloque mais água para ferver em uma caneca
  5. Coe as cascas e ferva novamente com a água da caneca, agora deixe por 15 minutos, a fervura vai perfumar sua casa e tirar o amargo da casca
  6. Depois dos 15 minutos de fervura, coe as cascas e deixe de lado
  7. Em uma panela coloque pouco menos de 1 xícara de água, e 1 xícara e meia de açúcar, misture e deixe ferver até dissolver bem o açúcar e chegar em ponto de fio
  8. Então abaixe o fogo junte as cascas e mexa com cuidado até que a água seque bem.
  9. Espalhe e deixe secar em uma assadeira, no dia seguinte ficará durinho. 
  10. Caso você não queira esperar, ligue seu forno no mínimo e deixe por 40 minutos a 1 hora, conferindo sempre pra não queimar.
  11. Sirva com cafézinho ou sorvete

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Entrada: Palmitos com molho de beterraba e balsâmico

Palmitos com molho de beterraba e balsâmico
Bonita e fácil demais para ser deixada de lado, essa entrada que encanta aos olhos e ao paladar de todos que à provam.
A primeira vez que comi esse prato foi em um excelente restaurante, e estava com apresentação impecável, pois bem, tentei reproduzir, fiz meu melhor, e quer saber? talvez eu só precise mesmo é de mais capricho na apresentação pois o molho ficou divino. Tenho do meu lado uma pessoinha que tem um paladar aguçadíssimo e que eu não ouso a discutir quando ela diz se está bom ou não, e não é por pura obediência de marido não :)

Ingredientes

  •  1 beterraba pequena cozida e descascada
  •  4 colheres de sopa de azeite
  •  4 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  •  sal, tomilho, pimenta e temperos a gosto
  •  Obs: dependendo do tamanho da sua beterraba recomendo adicionar mais ou menos azeite e vinagre balsâmico

Modo de Preparo
  1.  Junte tudo no liquidificador e bata bem até ficar um molho lisinho.
  2.  Adicione um golinho de água se for necessário deixar um pouco mais fino.
  3.  Ajeite um prato com molho, disponha pedaços de palmito molinho sobre ele e jogue um fio de azeite sobre eles

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Cuscuz de couve flor

Cuscuz de couve-flor fica lindo e delicioso
Fiquei um tempo sem postar, mas estive testando algumas receitas e me preparando para um frisson que durou apenas um dia... rsrsr participei do primeiro episódio do Masterchef Brasil é aquele programa que todo mundo que gosta de cozinhar (até os que não são muito chegados) adoram assistir.
Fiz o teste, me chamaram pra este primeiro episódio, fiquei cansado, empolgado, puto pela falta de organização mas conheci pessoas incríveis e valeu por N motivos que não faz sentido eu colocar aqui. Mas enfim, esta foi uma das receitas que eu testei e adorei.
Couscous... cuscuz, não importa como se escreve, importa é o sabor maravilhoso que esse prato simples pode proporcionar.
Com ingredientes super simples e sua imaginação você irá revolucionar na cozinha criando algo leve, saudável e muito criativo.
Muitas pessoas utilizam esta versão light no lugar de arroz, fica muito bom e substitui bem sim! seja criativo no tempero e comente os resultados.
Ingredientes

  •  1 couve-flor
  •  1 cebola média bem picada
  •  temperos diversos a gosto (para minha versão com especiarias utilizei açafrão, gengibre, canela, cravo, pimenta com limão, gotas de limão e uvas passas e manga em cubos

Modo de Preparo
  1.  Com uma faquinha corte a couve-flor removendo apenas os buquês, ou seja, removendo o caule delas. Corte todos que ficarem grosso demais mas reserve-os (da uma boa salada de legumes)
  2.  Em um processador de alimentos, ralo grosso ou batedeira, bata as flores da couve flor até ficarem floquinhos menores que um arroz, rapidinho fica.
  3.  Doure a cebola em azeite e/ou manteiga adicione alguns temperos a seu gosto (tipo açafrão etc)
  4. Junte a couve-flor e refogue por um bom tempo para que ela fique mais macia, acerte os temperos ao seu gosto. (gotas de óleo de gergelim dará um sabor incrível ao seu prato)
  5. Por fim junte as passas e os cubos de manga (se for utilizar), e sirva em seguida!
  6. Com a couve flor que sobrou corte em cubos, e utilize para fazer uma maionese ou salada de legumes cozidos.

Print Friendly and PDF
Curta LeGarb no facebook e acompanhe nossas receitas

Falso caviar: versões com ágar e sagu

Caviar falso geleificado com agar
Não, não é necessário sacrifícios ou mesmo dispender de rios de dinheiro, a culinária molecular existe para nos divertirmos na cozinha... da um trabalhão danado, desde achar os produtos que eles utilizam até o gotejamento para criar cada "ovulozinho" heheheh
Mas calma, o LeGarb está aqui para facilitar a nossa vida e mostrar que cozinha é só uma questão de dedicação e adaptação, por isso hoje ensinaremos vc preparar caviar de qualquer sabor, ou melhor, aqui ensinaremos um de sabor peixe, mas basta usar sua criatividade para criar o sabor que vc bem entender.
Bendito seja este agar agar, com pouca quantidade você obtém algo em ponto de geleia, inclusive aquelas gelatinas coloridas que não precisam de geladeira e o melhor, são de origem vegetal (agar é de origem de um tipo de alga marinha)

Ingredientes (versão ágar ágar, mais complicada, mais saborosa)

  •  50ml de shoyu
  •  50ml de água
  •  meio pacotinho de hondashi (tempeiro de peixe bonito)
  •  2 colheres de chá rasa de ágar ágar (um geleificante natural a base de algas)
  • 5 gotas de corante culinário preto
  • Azeite em um pote para receber as gotas
  • Acessório: um pote plástico com bico para ajudar nas gotas

Modo de Preparo
  1.  leve os ingredientes ao forno em uma panelinha até que comece ferver, tire, de uma leve esfriada (não muito senão já fica geleia)
  2. coloque o conteúdo no pote plástico com bico
  3. Goteje delicadamente cada gota uma separada da outra aguarde uns segundos e retire-as de lá.
  4. Nota: seja meio rápido ou seu líquido do pote plástico ficará sólido rapidinho. =)

Ingredientes (versão sagu, mais fácil, menos saborosa)
  •  100gramas de sagu (bolinhas de fécula de mandioca)
  • fiozinho de azeite
  •  200ml de molho shoyu
  • 1 pacotinho (10g) de hondashi (tempero de peixe)
  • 5 gotas de corante culinário preto
Modo de Preparo
  1.  Ferva o sagu em 2litros de água até que fiquem transparentes
  2. Escorra e lave bem em água fria
  3. Transfira para uma vasilha junte o shoyu, hondashi e azeite e misture de leve ou apenas girando a bacia.
  4. Tampe com filme plástico e leve à geladeira por 12 horas (noite pro dia)
  5. Caso queira dar mais brilho jogue mais um fio de azeite e mexa com cuidado vai ficar tudo brilhante :)
  6. Sirva com torradas e queijo branco
 

Print Friendly and PDF

Suflê de Cenoura gratinado

Suflê de Cenoura gratinado
Feito para acabar com mitos sobre determinados legumes, como o coitado do chuchu! ou mesmo a cenoura que raramente é tida como protagonista em alguns pratos, o suflê é um delicioso acompanhamento, de textura macia, agradável muito semelhante a um purê, porém ligeiramente mais firme.

Eu utilizei uma travessa de vidro grande, mas esta receita fica maravilhosa se assada naqueles potinhos brancos de cerâmica, com porções individuais como entradas, confie nesta dica.



Testei meu brinquedinho novo, um processador de Alimentos, pesquisei bem e adquiri um de 750W da Philips Walita, vem com acessórios interessantes, incluindo um copo para moer castanhas e meu café em grãos (pra quem não sabe sou barista por hobby), lâminas diversas e uma hélice emulsificante (para chantilly e claras em neve), por fim fiz uso de vários itens e aprovei o brinquedinho. :) 



Ingredientes

  •  4 cenouras descascadas e em pedaços
  •  3 ovos (separe gemas e claras)
  •  1 cebola média ralada
  •  1 colher de sopa de margarina
  •  1 xícara de leite
  •  2 colheres de sopa de farinha de trigo
  •  100g queijo parmesão ralado

Modo de Preparo
  1.  Cozinhe as cenouras, amasse-as (ou faça um purê no processador) e deixe esfriando
  2.  Em uma panela prepare o Roux: frite a cebola ralada na margarina, adicione a farinha dissolvida no leite, as 3 gemas e misture bem até engrossar e desligue o fogo
  3. Misture o queijo e a Cenoura amassada nesse Roux e reserve
  4. Bata claras em neve (dica adicione uma pitadinha de sal antes de bater para firmar melhor as claras)
  5. Adicione as claras em neve na mistura da panela cuidadosamente
  6. Transfira a mistura para o refratário untado com manteiga a ser levado ao forno e cubra com um pouco mais de queijo
  7. Leve ao forno para gratinar o queijo enquanto o ovo irá também firmar e deixar a mistura mais firme (aproximadamente 30 min).
  8. Dica: para uma melhor textura, coloque pistache ou outra castanha moída sobre o suflê antes de servir.
  9. Aproveite e comente aqui embaixo!!!

Salada de Bacalhau com cubos de beterraba ao balsâmico


Salada de bacalhau com beterraba ao balsâmico - photo by Lica
Maravilhosa, bela e saborosíssima, essa salada alimenta tanto quanto um prato completo, afinal, os ingredientes presentes nela, são fonte riquíssima de nutrientes, fibras e tudo o que nosso corpo precisa nas principais refeições.

Há formas mais fáceis de se preparar esta receita, mas como eu estava com tempo e disposição, fiz o método mais longo, mas que deixava os ingredientes mais apurados e saborosos para compor nosso prato.



Ingredientes

  •  1 pacotinho de bacalhau, desfiado e dessalgado (descongelar)
  •  1 lata de grão de bico (deixar 20 min no molho com limão espremido)
  •  2 tomates sem semente picados em cubos
  •  1 pacote de brócolis - cozido no vapor e temperado com azeite pimenta e sal - salteado na frigideira fica ainda melhor
  •  1 cebola grande em fios ou pedaços pequenos (deixe 30 min de molho no vinagre branco, água fria e orégano para perder acidez)
  • qb sal, pimenta e azeite extra virgem
Obs: esta salada combina perfeitamente com azeitona preta, pimentões verde e vermelho, remova as sementes e corte em cubinhos pequenos e adicione à sua salada. (eu recomendo tirar o brócolis neste caso)
Beterraba ao molho balsâmico
  • 1 beterraba grande cozida ao dente (20 min na pressão), picada em cubos.
  • 5 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • qb sal e pimenta preta

Modo de Preparo da salada
  1.  Tendo os ingredientes acima todos a postos, escorra o grão de bico, escorra a cebola e junte-os ao tomate picado em uma vasilha grande.
  2.  Tire o bacalhau descongelado da embalagem, tempere ligeiramente com açafrão, sal e pimenta e misture com as mãos
  3.  Junte o bacalhau na vasilha, e sobre ele o brócolis já salteado.
  4. Mexa tudo com cuidado, de baixo para cima para não desfazer os ingredientes, e coloque na geladeira para ir resfriando.
Beterraba:
  1. Em um potinho emulsifique 5 colheres de sopa de vinagre balsâmico, azeite, sal e pimenta, tampe e chacoalhe vigorosamente.
  2. Despeje em uma vasilha a parte, junte os cubos de beterraba e misture bem
Apresentação
Não misture as beterrabas na salada para não tingir tudo, coloque os cubinhos de beterraba embaixo na base do prato e a salada sobre elas.

Aprecie sem moderação, comente no blog ou no facebook.

Salada de bacalhau com beterraba ao balsâmico - by Lica


Entrada: Rolinhos de abobrinha recheados com cottage e amendoim

rolinhos de aborbinha recheados
Realizei mais uma das receitas do sonho. Oriunda de um dos milhares de vídeos de um dos chefs que admiro (Gordom Ramsay), desde que assisti a esta receita pela primeira vez meus olhos brilharam, pela curiosidade do sabor e pela beleza da apresentação.
A execução é simples apesar de trabalhosa, prefira utilizar queijos mais firmes para ter mais facilidade no manuseio dos rolinhos quando prontos. Vamos lá chega de papo e tome nota


o toque de vinagre balsâmico faz toda diferença

Ingredientes
  •  2 abobrinhas (tipo italiana-zuchini ou a libanesa)
  •  300g ou mais de cream cheese ou cottage ou ricota
  • meia xícara de amendoim sem casca torrado e salgado (pode ser torrado na frigideira rapidinho)
  • 6 folhas de manjericão picadas grosseiramente
  • caldo de meio limão pequeno
  • qb azeite, sal e pimenta
  • qb vinagre balsâmico para finalizar

Modo de Preparo
  1.  Utilizando um descascador de legumes, fatie as abobrinhas obtendo lâminas finas, e reserve
  2. em 2 assadeiras coloque azeite sal e pimenta e disponha as abobrinhas sobre a mistura, jogue mais azeite por cima e deixe-as marinando enquanto prepara o recheio
  3. Para o recheio, junte o cream cheese ou o queijo que esta utilizando, com umas 3 colheres de sopa de azeite e mexa bem, adicione oi caldo do limão, o manjericão e mexa novamente.
  4. Adicione por fim os amendoins e de uma ultima misturada
  5. Pegue lâmina por lâmina e recheie utilizando uma colher de chá para ajudar - coloque um pouco sobre a lamina de abobrinha e enrole delicadamente.
  6. Disponha os rolinhos em um prato branco
  7. finalize com um azeite sobre eles e depois goticulas de vinagre balsâmico
A combinação do manjericão com os demais ingredientes vai encher sua boca e buscar os diversos tons desta encantadora entrada.

Faça sucesso e comente aqui o resultado.
rolinhos de abobrinha recheado

Fish Cake, bolinho de peixe delicioso

Master Photographer Lilica
Como não fiz isso antes? Dio Mio, como é bom. 
Experimentamos esse bolinho na Australia, na casa onde moramos, e eu fiquei louco pelo sabor! Pronto! hoje desmistifiquei e fiz minha versão. É simples e maravilhoso.

Não utiliza farinha na massa! =)


Ingredientes
  • 2 batatas grandes descascadas, cozidas e amassadas (dá-lhe microondas) e já frias!
  • 2 filés de peixe médio (salmão, branco, bacalhau desalgado,etc)
  • 3 rodelas de limão
  • qb raspas de limão
  • qb sal, pimenta, salsinha, cebolinha e tempeiros a gosto
Para empanar:
  • 1 ovo batido
  • Farinha branca (trigo)
  • Farinha de rosca (pode tempeirar a farinha de rosca)

Modo de Preparo
  1. Ferva em fogo baixo o peixe com as rodelas de limão e alguma erva para cozinhar ligeiramente.
  2. Esfrie e desfaça o peixe em pedaços
  3. Misture todos os ingredientes (Batata amassada, peixe e tempeiros)
  4. Faça bolinhos di tamanho de uma almondega e achate-os
  5. Passe-os na farinha de trigo (branca), depois em ovo batido e depois na farinha de rosca.
  6. Frite-os na frigideira em fogo médio/baixo com pouco azeite (não encharque) se precisar limpe a frigideira entre uma leva e outra para não deixar gosto de queimado nos bolinhos.
  7. Deixe-os descansando em prato com papel toalha (secar o óleo)
  8. Sirva com vinagrete ou salada de folhas.

Brusqueta & Bruschetta: Pera ao mel e gorgonzola

Ha! tem um tempinho que não venho legarbiar com meus leitores
Por esta aqui vc não esperavam. Fácil, deliciosa e prá la de gourmet!!! Pra fazer sucesso hoje a noite

O Agridoce do queijo com o  mel e a fruta, enche a boca, alegra o coração e dá a sensação de comida gostosa, feliz.

Surpreende até mesmo os convidados que costumam rejeitar combinações de doce e salgado.


Bruschettas são simples e perfeitas para qualquer ocasião, Faça e conte pra o Legarb como ficou a sua!.



Ingredientes (rende para 4 pessoas)
  • 3 peras Picadas em cubos (com casca mesmo) descarte as sementes e cabinho 
  • Fatias de Pão italiano ou fatias grossas de uma baguete larga
  • Patê de gorgonzola (pedaço pequeno do queijo misturado com cream cheese ou requeijão ou maionese)

Preparo rápido!
Pincele azeite nas fatias de pão e coloque uns 5 a 10 minutinhos no forno 
Enquanto isso em uma panela pequena, coloque aprox 3 colheres de sopa de mel em fogo médio derreta o mel e junte as peras, refogue de leve, sem que a pera derreta, mexa com cuidado ou somente usando a panela 

Passe bastante pate de gorgonzola nas fatias de pão quentinho e cubra com a Pera caramelizada (escorra antes de colocar sobre o pão)

Yuuumyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy!!! um dos melhores pratos do legarb!.



Em 16/11/2013:....................................................
A cumadi Erika que adorou e pediu a receita, fez sua versão e nos mandou foto, claro não poderia deixar de publicar esta maravilha de delícia!
Cumadi, beijão proce e pra pequinininha sorridente.

Brusquetas da Cumadi Erika

Tabule: A Salada perfeita

mande sua foto!!!
Calorzão chegando... não da pra ficar sem comer mas também não da pra manjar aquele pratão quente tradicional, a solução? uma salada reforçada com trigo: o delicioso e fácil Tabule :)

Tabbouleh, a comida Árabe que tem significado no nome que vem de taabil: tempeiro.

Ainda que muitas receitas incluam alface misturado aos ingredientes eu prefiro muito mais em aparência e sabor, serví-lo sem misturar em conchas ou trouxinhas de alface americana (crocante) yummy! chega de papo.

Ingredientes (rende para 3 pessoas comerem bem)
1 xícara de trigo para kibe
2 cebolas médias picadas em cubinhos
2 tomates picados em cubinhos (sem sementes soltam menos água)
2 pepinhos tipo japonês picadinhos (alguns lugares são conhecidos como conserva)
suco de 1 ou 2 limões
1 xícara de hortelá bem picadinho
1/2 xícara de folhas de salsinha e ou cheio verde picadinhos
sal, pimenta, orégano a gosto

Preparo
  1. Deixe o trigo de molho em água quente ou morna por 30 minutos (se fria 2 horas)
  2. Pique os ingredientes enquanto o trigo incha e esfria
  3. Drene a água e esprema bem o trigo para sair toda água, assim, ele irá absorver bem o tempero.
  4. Junte os ingredientes somente quando o trigo estiver frio
  5.  
  6. Opcional: Caso queira deixar o trigo marinar, separe o tomate e pepino e junte os demais ingredientes, então após umas 8 horas junte tudo.
  7.  
  8. Tempere tudo, experimente e sirva com folhas de alface americana, com bastante azeite e opcional um molho de iogurte ou coalhada seca...hmmmmmm!!!!!

Pin it

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...